Juros, inflação e custo marginal

A Folha de São Paulo publicou uma matéria intitulada “Veja como a taxa básica de juros influencia a economia“. O intuito, pelo que percebi, foi muito bom: esclarecer à população o que há por trás destes assuntos dos quais tanto se fala, como decisões do Banco Central, inflação, taxas de juros, crescimento econômico, etc.

Vejo que este tipo de informação falta muito aos brasileiros leigos em economia e finanças, que acabam ouvindo e falando sobre o que não sabem, tendo as opiniões frequentemente manipuladas, e caindo facilmente em crenças, preconceitos e contradições.

Portanto, parabenizo a iniciativa da Folha.

Há apenas um ponto que gostaria de propor correção na reportagem, no primeiro parágrafo:

“Se os juros caem muito, a população tem maior acesso ao crédito e consome mais. Este aumento da demanda pode pressionar os preços caso a indústria não esteja preparada para atender um consumo maior.”

Na realidade, o aumento de preços no curto prazo não é provocado pela falta de capacidade da indústria para atender à maior demanda.

inflacao_custo_marginal

O que ocorre, na verdade, é que na esmagadora maioria dos casos, as indústrias se defrontam com curvas de custo marginal crescentes.

A indústria muitas vezes tem capacidade de atender à maior procura pelos bens. Mas, dado o parque produtivo e a tecnologia de produção (ambos fixos no curto prazo), níveis de produção mais altos implicam custos marginais mais elevados também.

E isto acaba elevando o preço dos produtos no mercado, dado que um empresário racional não irá vender seu produto abaixo do custo marginal, se quiser que sua indústria sobreviva!

É por este motivo que o Banco Central muitas vezes responde às reclamações do empresariado sobre os juros altos alegando que o nível de investimentos em produção no Brasil devem ser mais elevados. Veja o gráfico abaixo:

inflacao_custo_marginal2

Os investimentos na produção e em tecnologia deslocam a curva de custo marginal para a direita, pois permite que as indústrias produzam mais com o mesmo custo. Mas é relevante esclarecer que estas mudanças só ocorrem no longo prazo, dado que este tipo de investimento costuma ter um longo prazo de maturação.

PS.: este raciocínio vale também para mercados que operam em concorrência imperfeita (ex.: monopólio, oligopólio).

inflacao_custo_marginal3

Anúncios

One Response to Juros, inflação e custo marginal

  1. […] Mais uma aula de economia Maio 4, 2009 Posted by claudio in Uncategorized. Tags: a outra face da moeda, Blogs de economia trackback Renato, em outro bom momento. […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: